Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Pelo fim das Correntes !!

Para: Câmara Municipal de Itanhaem

Por toda cidade, são muitos os cães que sofrem em silêncio, porque muitas pessoas desconhecem o sofrimento dos animais acorrentados, outras pessoas não se importam e outras simplesmente não querem se “intrometer”.

E as autoridades muitas vezes alegam não poder fazer nada pois não existe uma Lei que trate especificamente desse tipo de maus tratos.

Muitos animais não têm sequer um abrigo, muitos dormem ao relento ou em alguma casinha que mal os protege da chuva e das temperaturas extremas. Sentam-se sobre a lama ou sobre o cimento gelado, muitas vezes não têm água fresca à disposição e raramente têm atenção.

O QUE HÁ DE ERRADO EM MANTER UM CÃO ACORRENTADO?

Manter um cão acorrentado é o pior castigo que ele pode ter. Os cães são animais de matilha, são animais sociais que precisam estar integrados numa família com a qual possam interagir.

Privar um cão de interação social e de exercício físico é algo extremamente cruel que contraria a sua natureza. Acorrentar um animal tem um efeito muito negativo no seu temperamento, comportamento e saúde.

Um cão que passa o dia todo ou a maior parte dele preso começa a desenvolver problemas psicológicos, pois o seu instinto natural de estar em grupo é suprimido. Um cão acorrentado ou isolado apenas consegue aprender que detesta o isolamento e que detesta ter a sua liberdade e os seus movimentos restringidos, enquanto o resto do mundo se pode movimentar à vontade.

Um cão acorrentado é um animal constantemente atormentado.

Fonte: http://www.liberta-me.org/acorrentados



“Acorrentar cães é desumano e perigoso. Os cães são, por natureza, animais sociais que precisam da interação com pessoas e outros animais para se sentirem bem.

No seu estado selvagem os cães, tal como os lobos, vivem em grupos (matilhas) que caçam, brincam e dormem em conjunto.

Um animal acorrentado sozinho num local durante horas, semanas, meses ou mesmo anos, vai necessariamente transformar-se num animal frustrado e infeliz.

Por mais dócil e meigo que fosse antes de passar a viver preso, vai tornar-se neurótico, ansioso e agressivo. Em muitos casos, os pescoços dos cães acorrentados ficam em carne viva e infetados devido a coleiras demasiado apertadas e aos puxões contínuos que dão à corrente para se tentarem libertar.

As correntes podem também facilmente emaranhar-se em outros objetos, asfixiando ou estrangulando os cães até à morte. Acorrentar os cães também é um risco para as pessoas.

Os cães são naturalmente protetores do seu território. Quando confrontados com uma ameaça, reagem de acordo com o seu instinto de lutar ou fugir. Um cão acorrentado, impossibilitado de fugir, sente-se muitas vezes forçado a lutar, atacando qualquer pessoa ou animal estranhos que entrem no seu território.

Um estudo efetuado pelo Center for Disease Control, nos EUA, concluiu que os cães acorrentados têm uma probabilidade 2,8 vezes maior de morder. Os cães que mais probabilidade têm de morder são os machos, não castrados e acorrentados. Tragicamente, as vítimas dos ataques dos cães acorrentados são normalmente crianças.

Todos os especialistas em comportamento e bem-estar animal e todas as associações de defesa animal são unânimes em afirmar que acorrentar um cão é desumano e provoca uma dose considerável de sofrimento físico e psicológico ao animal O United States Department of Agriculture - USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) afirmou: "A nossa experiência em aplicar o Animal Welfare Act (Ato de Bem-estar Animal) levou-nos a concluir que o confinamento contínuo dos cães com uma corrente é desumano.

Uma corrente reduz significativamente o movimento dos cães. Uma corrente pode também ficar emaranhada ou enganchada na estrutura do abrigo do cão ou outros objetos, restringindo ainda mais o seu movimento e causando potenciais lesões."

Fonte: https://www.animaisderua.org/page.php?ctx=2%2C0%2C64



Nós como Ong de proteção animal legalmente constituida nesta cidade desde o ano de 2003 iremos elaborar um documento que será enviado á Câmara Municipal de Itanhaem, juntamente com esta petição, solicitando a inclusão de um artigo na Lei Municipal N° 4088/2016 que trata da penalidade e proibição para pessoas que mantiverem seus animais acorrentados ou presos em lugares impróprios que impeçam movimentação dos mesmos.

Star Shine Aipa – Associação Interestadual de Proteção aos Animais

CNPJ – 06.141.215/0001-09

Ercilia Ribeiro

Presidente

www.starshineaipa.com.br



Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
11 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar