Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Abaixo-assinado Manifesto de repúdio ao programa “UFC - The Ultimate Fighter - Brasil em Busca de Campeões” Rede Globo

Para: Congresso Nacional do Brasil; Assembleias legislativas dos Estados da Federação do Brasil; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República do Brasil; Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana - CDDPH; Ministério Público Federal; Ministério Público do Estado do Ceará; Governos dos Estados da Federação do Brasil; Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB; Comissão de Justiça e Paz do Ceará; Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados; Comissão de Direitos Humanos das Assembleias Legislativas dos Estados da Federação do Brasil; OAB/Ceará;

MANIFESTO DE REPÚDIO AO PROGRAMA “UFC - The Ultimate Fighter – Brasil em Busca de Campeões” REDE GLOBO

O Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania (IBRADEC) instituição defensora e promotora da cultura de paz, dos direitos humanos e cidadania, vem a público manifestar seu repúdio há programas televisivos promotores da barbárie e da violência gratuita, escamoteados de esporte onde os participantes dentro de uma jaula se digladiam com socos, pontapés, joelhadas na cabeça, etc.
Se não aceitamos a violência das lutas ocorridas nas rinhas de animais chamados irracionais (galos, cães e pássaros), como aceitar tamanha barbárie cometidas nas rinhas humanas entre animais ditos racionais?
Não só as imagens da disputa são chocantes, mas ver o público sedento de violência em um evento montado com requintes sofisticados pelo marketing publicitário com o propósito fim de encantar e conquistar mentes para se tornarem adeptos do que eles denominam de “UFC - The Ultimate Fighter – Brasil em Busca de Campeões”, estreado em 25/03/12 com pompa de Super produção é muito preocupante.
O mais interessante nisto tudo, é constatar que, a dita prática empreendida pela Rede Globo de televisão, nada mais é do que um remake com requintes de super produção dos gladiadores da Roma antiga, em que os lutadores eram escolhidos entre os prisioneiros de guerra ou mesmo escravos, onde na arena mais famosa da Antiguidade, o Coliseu, o “sangue” corria em prol de alguns objetivos: popularidade, dinheiro e fazer cumprir a política de “pão e circo” do Império Romano, pois enquanto o povo se “divertia”, o saldo dos impostos aumentava, assim como os problemas sociais. Entretanto, se na antiga Roma tínhamos o Coliseu como anfiteatro, hoje, o avanço tecnológico nos permite ampliar o palco dos horrores, que chega a adentrar milhões de lares brasileiros. Ou seja, a escassa “farinha cultural no pirão” de incontáveis mentes.
Assim sendo, é com enorme pesar que assistimos nos telejornais quase que cotidianamente a violência gratuita praticada em escolas, repartições, hospitais, shoppings, estádios de futebol, assembleias, câmaras municipais, congresso nacional, trânsito e em lares por este Brasil a fora, vivenciando a degradação do tecido social com os pilares da base familiar corroídos pelo estilo de vida moderno e que só tem contribuído para o crescimento desacerbado da violência em nossa sociedade. Criamos o homem “light” :
[...] um sujeito que tem por bandeira uma tetralogia niilista: hedonismo-consumismo-permissividade-relativismo. Todos eles impregnados de materialismo. Um indivíduo assim parece-se muito com os denominados produtos light dos nossos dias: alimentação sem calorias, sem gorduras, cerveja sem álcool, açúcar sem glicose [...] um homem sem essência, sem conteúdos, entregue ao dinheiro, ao poder, ao êxito, ao prazer ilimitado, sem restrições (ROJAS, 2010, p.5).

No modelo light de ser, Programas como o “UFC - The Ultimate Fighter” transmitido pela Rede Globo de televisão canal aberto (portanto uma concessão pública, repetimos CONCESSÃO PÚBLICA) só vem a contribuir para a disseminação da violência.
Portanto, a instituição IBRADEC que é formada por cidadãos e cidadãs, pais e mestres preocupados com a manipulação na formação da personalidade das gerações atuais e futuras de nossas crianças e adolescentes causadas pelo marketing dos produtores desses tipos de programas, decidimos por manifestar nossa preocupação e manter vigília sobre o que os nossos filhos (crianças e adolescentes) estão sendo expostos em sua formação bio psíquico social de cidadãos adultos que um dia deverão ser se assim conseguirem. Pois são públicos e notórios o crescimento dos casos de violências praticados contra o próximo, familiares e amigos quase que cotidianamente mostrado pelos meios de comunicação. São pais agredindo e matando filhos, filhos idem, assassinato de crianças e adolescentes (alunos e professores) dentro das escolas, cinemas, em casa, etc. Como daqui para frente evitar os atos de bullying? Como daqui para frente evitar violência exacerbada se não ensinamos a contenção de nossos instintos? Como evitar estes comportamentos, se o legado que deixamos para nossos jovens é o de uma sociedade “sem lugares” mentes e corações são bombardeados pela pulsão ao circunstancial, pelo fútil, pela estrutura fora de valores éticos humanistas, distantes do que é bom e justo? Triste herança, senhores/as!!!
CIDADÃOS, CIDADÃS, PAIS, MESTRES, EDUCADORES DE TODAS AS PARTES... UNI-VOS neste MANIFESTO !!!!!!!!!!!!!!!!!!
Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania
Max Swell Veras Ribeiro
Sheyla Maria Fontenelle Macedo
Silvio José Santana Batista
João Pereira do Rêgo Neto
Paulo Sérgio de Mel Caminha
Tânia Maria dos Santos
Gina Maria de Mesquita Melo
Rogério Nascimento de Oliveira
Carlos Fábio do Nascimento
Isilda Maria Ramos Monteiro
Dilermando Jayme Portela Filho
Márcio Furtado Sampaio
Antônio Alves de Araújo
Mariolinda Costa Peralta















Qual a sua opinião?

Abaixo-assinado Manifesto de repúdio ao programa “UFC - The Ultimate Fighter - Brasil em Busca de Campeões” Rede Globo, para Congresso Nacional do Brasil; Assembleias legislativas dos Estados da Federação do Brasil; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República do Brasil; Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana - CDDPH; Ministério Público Federal; Ministério Público do Estado do Ceará; Governos dos Estados da Federação do Brasil; Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB; Comissão de Justiça e Paz do Ceará; Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados; Comissão de Direitos Humanos das Assembleias Legislativas dos Estados da Federação do Brasil; OAB/Ceará; foi criado por: Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania.
O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
21 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar