Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Abaixo-assinado CONTRA O BANIMENTO DAS SACOLAS PLÁSTICAS - acordo voluntário Governo de São Paulo

Para: Governo Federal

Conforme você tem acompanhando, a APAS - Associação Paulista de Supermercados -, o Governo do Estado e as principais redes de supermercados assinaram um acordo voluntário para, a partir de 25 de janeiro, oficializar a suspensão da entrega gratuita das sacolas plásticas para o consumidor, com a justificativa da defesa do meio ambiente. No lugar das sacolas plásticas, os supermercados irão vender sacolas biodegradáveis ou sacolas retornáveis. Poderão, ainda, disponibilizar caixas de papelão (já usadas).

Mas, será que as sacolas são mesmo as vilãs, uma vez que são usadas por 100% das donas de casa, seja para embalar lixo, seja para outro fim doméstico?

Será que é correto mitigar um suposto problema com a penalização do consumidor?

A Plastivida Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos quer debater essa questão por entender que se esse acordo do varejo com o governo de São Paulo for à frente os beneficiados serão os supermercados e os prejudicados serão os cidadãos, além de não haver ganho ambiental, já que um estudo britânico mostrou que as sacolas plásticas são mais sustentáveis que as retornáveis, as de papel, caixas de papelão e etc.

Também vale lembrar que sacolas biodegradáveis não são recicláveis! Os produtos biodegradáveis só de biodegradam em condições adequadas de compostagem. O Brasil não conta com usinas de compostagem e os produtos orgânicos vão parar em aterros: hoje mais do que 60% do peso de um aterro sanitário é material orgânico. Apenas 0,2% do peso de um aterro sanitário é composto por sacolas plásticas.

A partir dessa análise, a Plastivida, o Instituto Nacional do Plástico (INP) e a Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Flexíveis (Abief) desenvolveram programas de educação ambiental que visam a redução do desperdício e do descarte inadequado de sacolas plásticas. Por acreditarem que a solução para a preservação ambiental está na EDUCAÇÃO, as entidades lançaram, no dia 8 de dezembro, a Escola de Consumo Responsável versão online (www.escoladeconsumoresponsavel.org.br), que visa disseminar o conceito sobre consumo consciente, uso racional dos recursos e descarte correto de materiais reutilizáveis, tendo como mote principal as sacolas plásticas.

A defesa do meio ambiente só será eficaz se as ações partirem de princípios educativos e não de restrição de um ou outro produto. É fundamental que a sociedade tenha a informação correta para poder decidir qual é o melhor produto ou embalagem que deve adotar para garantir seu conforto, qualidade de vida, além da preservação ambiental.


SE VOCÊ ACREDITA QUE O ACORDO VOLUNTÁRIO EM QUESTÃO NÃO É EFICIENTE PARA A PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E SÓ BENEFICIA OS SUPERMERCADOS; SE VOCÊ OPTA PELO DIREITO DO CONSUMIDOR À MELHOR EMBALAGEM, QUALIDADE DE VIDA E À INFORMAÇÃO CORRETA, ASSINE.




Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
3.142 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar