Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Carta aberta de apoio aos professores e funcionários do Colégio de São Bento do Rio de Janeiro

Para: Colégio de São Bento do Rio de Janeiro (CSB-RJ); Corpo Docente do CSB-RJ; Comunidade de técnicos administrativos do CSB-RJ; Comunidade de ex-alunos e familiares do CSB-RJ

Nós, membros da comunidade de ex-alunos do Colégio de São Bento, declaramos apoio incondicional aos docentes e aos técnicos da instituição que aderiram à paralisação do dia 28 de abril contra as profundas alterações da legislação trabalhista e sistema da previdência, em curso nas câmaras de representação.

Conforme apurado, 61 dos 150 professores do Colégio incorporaram a decisão do Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (SinpoRio), que decidiu pela paralisação de hoje (28) em assembleia geral extraordinária realizada no dia 17 de abril. Não foi possível apurar a adesão dos técnicos.

Lembramos que, em nosso país, o direito à greve é assegurado pelo artigo 9º da Constituição Federal e pela lei nº 7.783/89. O texto da lei é claro ao dizer que compete aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercer esse direito e os interesses que devam por meio dele defender. Dessa forma, justamente pela preservação do ambiente democrático, acreditamos que respeitar a decisão dos docentes e técnicos é um dever de todo membro da comunidade beneditina, compartilhemos ou não de suas visões de mundo. Ademais, como ex-alunos, temos um dever de gratidão eterna aos professores e funcionários, e apoiamos com veemência seu direito à manifestação democrática.

Além disso, repudiamos todo e qualquer mecanismo de deslegitimação do movimento e, sobretudo, eventuais assédios aos professores e técnicos aderentes. Confiamos que a direção do Colégio, longe de ser alvo das reivindicações, preza pelo bem-estar de seus funcionários e saberá lidar com eventuais pressões de pais e alunos por meio da conciliação, e jamais da punição.

Diante de flagrante ataque ao direito à greve, nós, parte da comunidade beneditina essencialmente trabalhadora, não podemos nos silenciar. Manifestamos, assim, nosso total apoio à paralisação dos professores e técnicos, sempre inspirados nas palavras de nosso eterno reitor Dom Lourenço de Almeida Prado:

“Há um caminho que, não raro, é apresentado como neutro: o abstencionismo. Acontece, porém, que o abstencionismo é fuga ao dever e o que chama neutro é, na verdade, a tomada de uma posição contra os que estimam que o neutro é um corpo mutilado. É a filosofia dos que não levam a sério a filosofia do outro”. ("EDUCAÇÃO. Ajudar a pensar, sim. Conscientizar, não". Rio de Janeiro: Agir, 1991, p. 149-50)



Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
270 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar