Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Abaixo-assinado MANIFESTAÇÃO - INSTITUTO ROYAL

Para:  INSTITUTO ROYAL

MANIFESTAÇÃO - INSTITUTO ROYAL

Uso de cães beagle em testes de remédios
Alguns beagles aparentavam estar assustados, tremiam e se afastavam ao verem as pessoas por perto. Outros se aproximavam da grade em busca de carinho. Muitos deles
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1139422-uso-de-caes-beagle-em-testes-de-remedios-vira-alvo-de-protestos.shtml

* Maior apoio e aumento dos incentivos do Governo, Organizacões financiadoras e Fundacões de Amparo a pesquisa que se destinam ao fomento da pesquisa científica e tecnológica a novas pesquisas, visando o estudo e implementação de métodos alternativos, substitutos ao uso de animais não humanos em laboratórios e em indústrias farmacêuticas.

* Proibir em lei o uso de animais nao humanos e a vivissecção em praticas didaticas (Instituicoes de Ensino) e comerciais (Cosmetico e Limpeza), uma vez que existem metodos alternativos e substitutos para tal. Proibicao para o uso farmaceutico, dos quais ja existam metodos substitutos e para todas as outras, que ainda nao existam substitutos, defendemos o incremento financeiro para pesquisa de novos metodos como citado acima, e:

* A criacao de uma comissao com integrantes da sociedade civil, profissionais liberais e, ONGs e cidadaos comprovadamente voltados a protecao animal e meio ambiente. Esta comissao teria autoridade e autonomia para fiscalizacao, emissao de laudos e pareceres, visitas a laboratorios, bioterios, universidades e outros, sem aviso previo, observando as condicoes gerais de bem estar dos animais nao humanos, seja no seu alojamento, seja nas pesquisas, respeitando e fazendo cumprir o uso de anestesico e de instalacoes dignas para os animais que forem usados em pesquisas, ate que se realize em completo nossa proposta de exterminar o uso de qualquer animal para qualquer tipo de testes. Esta ultima proposta tem um carater de urgencia no sentido de averiguar toda crueldade e muitas vezes falta completa de cuidados para o bem estar dos animais nao humanos usados para tais experimentos.



Os abaixo assinados concordam e solicitam o supra citado,





Anexo ao Abaixo assinado

A Declaracao Universal dos Direitos do Animal proclamada na UNESCO em 15 de Outubro de 1978, assim como a dos direitos animais, da libertacao animal ou abolicionismo, constitui uma luta contra qualquer uso de animais nao-humanos que os transforme em propriedades de seres humanos. e um movimento social que nao se contenta em regular o uso "humanitario" de animais, mas que procura inclui-los na comunidade moral, afastando-os, cada vez mais, do conceito juridico de coisa, para alcancar a qualidade de sujeito de direitos) de modo a garantir que seus interesses basicos sejam respeitados e tenham igual consideracao em relacao aos interesses humanos.

Os benefecios de tais atitudes se refletiriam, principalmente, na valorizacao da otica no ambiente educacional. O uso de metodos humanitarios, alem de preservar a integridade etica, moral, psicologica e social dos academicos, possui a vantagem adicional de afetar consideravelmente a economia da instituicao.

E necessario que se promova dentro das Instituicoes de Pesquisa e Universidades brasileiras um envolvimento multidisciplinar entre profissionais das areas tecnologicas, fisiologicas, toxicologicas, farmacologicas, cirurgicas e todas aquelas que utilizem animais nao humanos, para que seja possivel criar projetos que visem a producao nacional de metodos alternativos in vitro de qualidade, alem de estudos posteriores que comprovem a sua eficacia.

A reivindicacao e de que os animais nao humanos sao cientificamente considerados seres sencientes, ou seja, sentem medo, fome, dor, frio e amor. Ha formas mais modernas, sem a utilizacao de metodos extremamente crueis para com os animais nao humanos de ensinar, aprender, elaborar e obter farmacos, visando o tratamento e cura de doencas, como seguir exemplificadas:



1. ESTUDO DE CAMPO - Trabalho clinico com pacientes animais nao humanos em clinicas e hospitais veterinarios. Esta alternativa propoe acompanhar veterinarios em clinicas particulares ou hospitais veterinarios, uma vez que, embora muitas vezes nao seja possivel o contato com o animal, o possivel observar, durante procedimentos cirurgicos, a anatomia do mesmo sem a mudanca de cores que o material preservado apresenta e com a vantagem adicional de sentir que o procedimento e importante para o animal, preservando portanto, a vida.

2. MODELOS DE COBAIAS PVC (Policloreto de Vinila)- Estes modelos sao identicos as cobaias de verdade e permitem, entre outras coisas, a pratica de 25 tecnicas micro cirurgicas como: realizacao de anastomoses de vasos, suturas de arterias e transplantes. O uso desse material alivia a tensao de quem esta fazendo o treinamento, possibilitando que o exercicio seja realizado quantas vezes forem necessarias, eliminando a preocupacao com o tempo e diminuindo o uso de anestrsicos e os sangramentos, o que torna o aprendizado mais eficaz e menos estressante. Modelos feitos de poliuretano inodoro sao utilizados em tecnicas cirurgicas basicas, permitindo ao aluno praticar habilidades cirurgicas sem realizar a eutanasia em animais e aprendizado baseado em casos. Varios estudos comprovam a eficacia do aprendizado proporcionado por tais metodos. Com relacao ao custo de implantacao, embora este possa ser maior no inicio, acaba por torna-los economicamente viaveis, por reduzir custos com a manutencao de animais em bioterios, anestesicos e outros medicamentos. Comprovando que a utilizacao de metodos alternativos ao uso de animais nao humanos, etica, eficaz e economicamente viavel.

3. SISTEMAS BIOLOGICOS In vitro - A obtencao e estudo de farmacos pode ser realizada atraves da utilizacao de culturas de celulas, reacoes enzimaticas etc.

4. MANEQUIM DASIE (Dog Abdominal Surrogate Instructional Exercise) - Este manequim simula cirurgias abdominais. Um estudo realizado com este manequim mostrou que o mesmo e uma alternativa esteticamente aceitavel para as praticas introduzidas de cirurgia, e seu preco corresponde a um decimo de um cao criado especificamente para esse fim.

5. SIMULADORES - Simuladores como o POP (Pulsatile Organ Perfusion), que auxilia no treinamento de cirurgias laparoscopicas e toracoscopicas. Esse equipamento, criado na industria, simula o suprimento sanguineo de oragos ou sistemas obtidos em frigorificos, sendo um metodo eficiente e custo efetivo (SZINICZ et al., 1994). Ha, ainda, um modelo de treinamento, totalmente artificial, proposto por Reuthebuch et al. (2003) para cirurgia coronariana. e feito de poliuretano endurecido e consiste numa replica do torax humano, com vasos coronarianos integrados a um modelo de batimento cardiaco.



6. FERRAMENTAS MULTIMIDIA COMPLEXAS - Com a Tecnologia atualmente disponivel e possivel, adicionalmente, realizar dissecacoes virtuais e experimentos na tela de um computador, alem de simulacoes de tecnicas clinicas. Estes recursos facilitam a visualizacoo e entendimento de estruturas e processos, fazendo com que o aluno aprenda estrategias de resolucao de problemas, entre outras habilidades. As simulacoes hoje existentes podem mostrar processos fisiologicos que sao praticamente impossiveis de serem visualizados em aulas com animais vivos, tais como processos de digestao ou ativacao de um musculo. Existem, inclusive, verdadeiros laboratorios virtuais que simulam inumeros experimentos e situacoes reais as quais os alunos podem ser submetidos. A realidade virtual, ja empregada em diversos campos, pode vir a ser uma alternativa viavel em escolas medicas e veterinarias, uma vez que tal recurso tem se tornado cada vez mais comum e disseminado com o desenvolvimento de softwares com tecnologia tridimensional, configurando entre uma das alternativas mais proeminentes no ensino da medicina veterinaria.

7. CADAVERES E TECIDOS ANIMAIS OBTIDOS DE FONTES ETICAS - Alternativas eticas a eutanasia ou maus-tratos aos animais, como cadaveres e tecidos obtidos de animais mortos naturalmente ou que tenham sofrido eutanasia devido a doencas terminais. Essa ja e uma pratica adotada na medicina humana e veterinaria de algumas universidades. Tais cadaveres podem ser obtidos em fazendas, hospitais e clinicas veterinarias com a autorizacao do proprietario, quando pertinente, podendo-se, ainda, formar um banco de cadaveres e tecidos animais. Os tecidos frescos podem ser utilizados em praticas bioquimicas, farmacologicas e fisiologicas, enquanto os cadaveres sao excelentes ferramentas para o aperfeicoamento de habilidades clinicas e cirurgicas, principalmente apos o treinamento de habilidades basicas utilizando modelos, manequins e simuladores.

Assim, para que animais nao humanos deixem de ser utilizados para essas finalidades, torna-se necessaria a implementacao de recursos alternativos, comprovadamente mais eficientes para os fins a que se destinam.



Este abaixo assinado visa solicitar as autoridades governamentais medidas em busca do fim da utilizacao de animais , em experimentacao cientifica, testes e fins didaticos. Assim, solicitamos a regulamentacao e fiscalizacao nos centros de Pesquisa, Industrias e Universidades, bem como o incremento nos incentivos de estudos, visando a implementacao imediata de metodos alternativos e, apos a constatacao de que tais praticas em nada acrescentam a qualidade de vida do ser humano, so servindo como meio de causar sofrimento desnecessario a outras especies, a criado de leis para abolicao definitiva do uso de animais nao-humanos para fins didaticos e comerciais.
Qual a sua opinião?
O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
43.363 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Abaixo-Assinado criado por:

Contatar Autor