Petição Pública Brasil Logotipo
Ver Abaixo-Assinado Apoie este Abaixo-Assinado. Assine e divulgue. O seu apoio é muito importante.

Em solidariedade à Profa. Sonia Fleury

Para: Fundação Getulio Vargas

No dia 13 de março a Profa. Sonia Fleury foi demitida da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (EBAPE/FGV).

Após 35 anos de trabalhos na EBAPE/FGV a Profa. Sonia Fleury foi demitida pela direção da escola, sendo que os atuais gestores não levaram em consideração que atualmente Sonia Fleury é a professora mais produtiva da EBAPE, segundo os indicadores de avaliação da produção acadêmica. Nessas três décadas Sonia Fleury formou incontáveis gestores, acadêmicos, militantes políticos, por meio de suas aulas e da orientação de monografias e teses. Sonia Fleury teve contribuição fundamental na construção da democracia brasileira, como formuladora do desenho do SUS. Este trabalho é reconhecido tanto pela comunidade acadêmica quanto por gestores públicos e lideranças sociais por todo o Brasil e no exterior. A demissão da Profa. Sonia Fleury é mais uma ação da EBAPE/FGV no sentido de destruir a Administração Pública e cercear o pluralismo e o debate de ideias na escola.

Tod@s que se solidarizam com a Profa. Sonia Fleury podem demonstrar seu apoio assinando esta petição.
  1. Actualização #1 Agradecimento da Professora Sonia Fleury

    Criado em segunda-feira, 7 de maio de 2018

    Queridos e queridas companheiras, Uma demissão arbitrária é um ato de exercício autoritário de poder institucional em um contexto de violência e desrespeito pela diversidade de opiniões. Em sua dimensão micropolítica, expressa o retrocesso democrático que estamos assistindo, cotidianamente, com a retirada dos direitos sociais, ambientais, trabalhistas e culturais. As inúmeras manifestações que recebi de pessoas queridas, conhecidos e desconhecidos, demonstram que nossa forma de enfrentamento das injustiças e arbitrariedades sempre foi, e continua sendo, a solidariedade e a coesão social. Me senti privilegiada de poder compartilhar este sentimento coletivo de indignação e o enorme afeto que nos une na luta por uma sociedade mais justa. Por outro lado, este fato me fez refletir sobre a pungente necessidade de dar prioridade e centralidade à questão do desemprego, flagelo com o qual o capitalismo açoita as famílias trabalhadoras, ameaça constante que se materializa como coerção e fatalidade, destituindo-o de seu caráter inevitavelmente político e econômico. Neste momento, em que a democracia se encontra ameaçada em todo mundo, é urgente unirmos forças para lutarmos pela hegemonia e pela construção de uma nova correlação de forças, em cada um dos lugares em que estamos presentes. Por esta razão, vejo o ato de solidariedade que me foi prestado por todos vocês como uma forma fundamental de resistência ao domínio neoliberal, que está solapando a autonomia do pensamento acadêmico ao mesmo tempo em que destrói as bases da soberania, imprescindíveis para a construção de uma nação coesa, uma sociedade inclusiva e um Estado democrático. Obrigada, Sonia Fleury Maio de 2018 P.S. Toda esta mobilização resultou em que iremos para a FIOCRUZ que acolheu o Dicionário Carioca de Favelas! No link http://ge.tt/4eblWfp2 , poderão ser encontrados os seguintes arquivos: 1 - Moções Institucionais ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública CEBES- Centro Brasileiro de Estudos de Saúde CLACSO - Consejo Latinoamericano y Caribeño de Ciencias Sociales (CLACSO) Grupo de Trabajo “Esquemas de Bienestar en el Siglo XXI” Grupo de Trabajo de "Salud Internacional y Soberanía Sanitaria" Homenagem prestada pelo Conselho Nacional de Saúde Comenda Marcus Vinicius do Instituto Silvia Lane 2 - Abaixo assinados: 2.1 - ALAMES - Asociación Latinoamericana de Medicina Social Assinado por 215 professores universitários e pesquisadores de 130 instituições acadêmicas de 20 países da América do Sul, América Central, América do Norte e Europa. 2.3 - Moção Pública Assinada, em curto espaço de tempo, mais de 2070 profissionais de diferentes instituições, inserções sociais e países, com 26 páginas de comentários de repúdio à demissão arbitrária e injustificada. Encaminhada à direção da EBAPE e à Presidência da FGV pelo Comitê Editoria do Projeto do Dicionário Carioca de Favelas e Biblioteca Digital, que não recebeu qualquer manifestação por parte da FVG em um projeto interinstitucional de tal porte. 2.2 - Carta de Repúdio Assinada por 68 ex-alunos e pesquisadores da EBAPE que atualmente exercem funções docentes em outras instituições acadêmicas nacionais. 3 - Pronunciamentos no Parlamento Deputado Felipe Saraiva - MDB Deputado Chico D'Angelo - PDT 4 - Manifestações Individuais Dossiê com inúmeras mensagens de cientistas e autoridades, ex-alunos, líderes comunitários, etc que chegaram por email. Faltaria acrescentar aquelas mensagens que chegaram por Whatsapp que ainda não foram incluídas neste dossiê. 5 – MÍDIA Jornal Estado de São Paulo Jornal O GLOBO Revista Radis Brasil de Fato




Qual a sua opinião?

O atual abaixo-assinado encontra-se alojado no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para todos os Brasileiros apoiarem as causas em que acreditam e criarem abaixos-assinados online. Caso tenha alguma questão ou sugestão para o autor do Abaixo-Assinado poderá fazê-lo através do seguinte link Contatar Autor
Já Assinaram
2.089 Pessoas

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Outros Abaixo-Assinados que podem interessar